18 fevereiro 2006

Os cartunes da discórdia

edição nº 151, de 18 a 25 de Fevereiro de 2006

Já muita tinta decorreu desde que começaram os disparates sobre os cartoons (ou será cartunes, como já terá sido aprovado nas Academia de letras luso-brasileira) de Maomé ou a ele relacionados.
Desde a apologia do terror, pelo terror, atacando indiscriminadamente interesses ocidentais, ao apopléctico grito de “aqui d’el-rei” que a liberdade de expressão está ameaçada, muito se tem feito e muito se tem dito.
Não me parece que ambos tenham razão.
(…)

De facto, sob o título supra, foi publicado no semanário independente angolano “Semanário Angolense” , edição nº.151, o artigo acima de que vos deixo um pequeno trecho; pela primeira vez, que oficialmente tenha do facto conhecimento, um artigo de opinião meu foi publicado num jornal do meu país.
Espero que, agora, os caminhos estejam desbravados.
De notar que este artigo também pode ser lido no sítio do semanário português Frente Oeste, sob o título “Os cartunes da discórdia num Ocidente em pânico”.

Sem comentários: