10 Abril 2006

A cólera em Angola

("Crianças brincando, ou sorvendo, no meio do lixo" uma das muitas fotos que Estevão LaFuente enviou para os órgãos de informação e que mostram o outro lado da riqueza angolana, retirada daqui).

De acordo com notícias de Angola e transmitidas pelos Médicos sem Fronteiras, Angola está a atingir o ponto de ruptura quanto à capacidade para receber e tratar doentes de cólera.
Segundo aquela organização, em informação prestada à RDP-África, directamente de Luanda, há já quatro províncias onde a pandemia está totalmente "implantada": Luanda, Bengo, Benguela e Kwanza Norte; onde já se registaram entre 3700 e 4000 casos confirmados e mais de 150 mortos.
Porque será? Será por causa de factos como os que mostram a fotografia?
Será por causa da deficiente confecção da comida, da falta de higiene, de alguns esgotos a ceú-aberto, ou terá sido por causa das chuvadas intensas que cairam em Luanda, na passada semana?
A presença dos empresários portugueses foi positiva e é de saudar. Mas não seria também de saudar se Sócrates tivesse levado apoio médico quando já se sabia que a epidemia da cólera estava a alastrar por todo o país? Deve se lembrar das dificuldades que a sua comitiva teve para se vacinar...

5 comentários:

Anónimo disse...

Uma humilde e singela pergunta: Que órgãos da comunicação social portuguesa aproveitaram a visita do senhor Sócrates para mostrar a realidade que a foto apresenta?

Elias Sebastião

ELCAlmeida disse...

Caro Elias
A pergunta é pertinente e oportuna. A resposta ainda mais rápida. Tirando o acesso que indico, de onde retirei a foto, apesar de já ter tido acesso à mesma antes, mas em tamanho muito rduzida que não dava para a colocar, não vi isto publicitado em mais nenhum órgão.
Mas como o NL é um site online e a imprensa é matutina - logo só sairá amanhã - não percamos a esperança de ver este assunto devidamente retratado na comunicação social portuguesa. Penso que são pessoas de bem que querem, também, o bem de Angola.
Cumprimentos
Eugénio Almeida

Anónimo disse...

Obrigado. Como não tenho meios nem forma para saber se os jornais portugueses deram ou darão cobertura ao assunto, voltarei ao seu site para saber se há novidades.

Elias Sebastião

Anónimo disse...

Não se esqueçam, caro Dr. Eugénio e Elias Sebastião, que a visita de José Sócrates terminou há já uns dias e que a realidade da foto há anos que existe. O melhor é esperarmos sentados. Para alguns jornalistas portugueses (salvo raras excepções) a visita que fizeram a Angola resumiu-se a umas mariscadas e, é claro, a dizer o que o patrão (leia-se governo de Lisboa) queria que eles dissessem.
Abraços
Jorge Castro

Anónimo disse...

angola ta maleeeeeeee