29 abril 2007

Um artigo no Folha 8

O "fac-smile" acima contém um artigo/comentário sobre a tentativa de ataque que terá sido alvo Samakuva e sua comitiva em Camabatela, no princípio de Março passado e que me foi solicitado pelo "Folha 8".
Como só agora tive acesso ao mesmo, publicado na sua edição de 10 de Março, também só agora faço referência ao mesmo (poderá ler o artigo, na íntegra, acedendo à minha página-pessoal; o título "UNITA tem mesmo de dizer basta!" embora da responsabilidade do semanário, reflecte o artigo).
Que venham as críticas soezes de certos sectores mais ortodoxos; porque os outros, e de acordo com uma notícia publicada na edição deste fim-de-semana do Semanário Angolense, parece que já nem vontade têm em se inscrever no caderno eleitoral, já que apenas, e até agora, só “29 mil se registaram em Luanda”.
Mau sinal quando o povo se demite das suas obrigações cívicas!
Tal como mau sinal é quando aqueles que o querem fazer, como os que estão no exterior, não sabem se o poderão fazer.

11 comentários:

Biby Cletus disse...

Nice post, its a really cool blog that you have here, keep up the good work, will be back.

Warm Regards

Biby Cletus - Blog

Anónimo disse...

Eu vivo no Kuito bie e gostaria sempre prestar meus comentarios positivos e construtivos a folha 8, que diariamente acontecem no kuito.

Hoje: O Ministerio do Interior faz o recrutamento do pessoal em Angosto, faz faz intrevistas e envia os aprovados para o Huambo para o treinamento. Agora, manda volta-los e repete a intrevista onde os intrevistadores comencam a escolhar pessoa conhecidas e amadas, deixando outras discolhecidas na bicha, mandam pessoas fora por cheirar o suor por estar muito tempo na bicha esperando a intrevista. A filha 8 ja soube disso? isso nao suja o novo governo? O ponto e, so aqueles com irmaos na cozinha podem obter o emprego de outro modo, os Angolanos fazem intrevistas de formalidade.

Anónimo disse...

Eu vivo no Kuito bie e gostaria sempre prestar meus comentarios positivos e construtivos a folha 8, que diariamente acontecem no kuito.

Hoje: O Ministerio do Interior faz o recrutamento do pessoal em Angosto, faz faz intrevistas e envia os aprovados para o Huambo para o treinamento. Agora, manda volta-los e repete a intrevista onde os intrevistadores comencam a escolhar pessoa conhecidas e amadas, deixando outras discolhecidas na bicha, mandam pessoas fora por cheirar o suor por estar muito tempo na bicha esperando a intrevista. A filha 8 ja soube disso? isso nao suja o novo governo? O ponto e, so aqueles com irmaos na cozinha podem obter o emprego de outro modo, os Angolanos fazem intrevistas de formalidade.

Anónimo disse...

sou angolano porque nasci em angola se eu podesse deixar de sér nao pensava duas vezes tenho vergonha de sér por voces, homems das desordem que disem sér da ordem.

Amadeu disse...

Saudações laborais!!!
Espero que este correio chegue em melhores momentos da vossa vida laboral em companhia de todos colaboradores...
Aproveito os vossos serviços de informação para manifestar alguns descontentamentos ligados a algumas empresas se assim posso dizer.
É que eu e tantos outros, encontramo-nos numa situação muito difícil.
As eleições aconteceram a 5 de Setembro de 2008. Antes desta data muitas foram as promessas de muitos partidos para aliciar o eleitorado. Alguns nos seus programas primaram por justiça, transparência e muito mais. Depois desta data e se saber quem ganhou e os que perderam muitas das coisas ficaram invertidas como uma pirâmide.

Indo ao que interessa: A Comissão Interministerial para o Processo Eleitoral, coordenada pelo ministro Virgílio Ferreira de Fontes Pereira, assim como os coordenadores provinciais e municipais aliciaram bastante os brigadistas por formas a terem muita força e perseverança naquilo que é o trabalho árduo de cadastrar os 8 milhões de angolanos potencialmente eleitores, uma vez que teriam empregos em muitas áreas...

Nada se cumpriu. Alías! houve mais é desrespeito.
1º-Até aquí não se fala de prémios, prometidos desde 2006.
2º-Não foram dados os tais diplomas e certificados.
3º-Não houve informação sobre o despedimento dos pacatos brigadistas.
4º-Houve formação em Fevereiro deste ano. Muitos assinaram contratos e outros não. Para que isso acontecesse houve um processo selectivo por afinidade. Até o caricato é que pessoas que já se encontram vinculadas à função pública, ainda fizeram formação...
Muito por se contar.

Por favor que se faça as coisas como preconizadas.
O MPLA é o partido que ganhou as eleições. Será que não é possível dar resposta a esta problemática???
Um outro aspecto a não perder de vista tem haver com a CNE. Antes das eleições recrutou muito pessoal para dar o melhor de si.
O membros das Assembléias de voto foram pagos, enquanto que os Operadores de credenciais, Operadores de PDA, Operadores de fax´s e outros não. Será que ficou no muito obrigado e trabalho ao amor a camisola???
Por favor, somos também angolanos, passamos fome e temos família por cuidar. Não temos fortuna, dependemos dos biscates.
Resolvam só esta parte.
Obrigado. Até a qualquer momento.

amancio disse...

sou angolano tenho um amigo que sofreu acidente de carro, e sofreu uma fratura na coxa esquerda com a quebra do femor. foi operado no HOSPITAL AMERICO BOA VIDA .com sucesivos erros para um hospital escola ou melhor uma fuculdade; foi lhe colocado uma aste no enterior do femor tecnica medica que não se usa a mas de vinte anos .

Anónimo disse...

A "folha 8" deveria ter páginas abertas para ajudar os angolanos no exterior saberem as realidades de Angola. Muitos do que se encontram na diáspora tentam pedir aos familiares que o mande o jornal que chega atrasado em suas mãos.

Anónimo disse...

14/03/010, sou Angolana, vivo no Lubango,peço que a folha 8 chegue cá, porque não vem para o Lubango? para o povo não saber a verdade? sim porque tudo o que se passa...ninguém comenta, ninguem vê, ainda não se ouviu nem viu em nenhuma das tvs a barbaridade que está a ocorrer nesta cidade... as casas a serem deitadas a baixo, os "taxistas" que pensam ser donos de tudo, os motoqueiros a fazerem autenticos disparates nas ruas e sem o uso "obrigatório dos capacetes" a PT nada vê nem atua, são tantas as coisas más que até dói, os buracos na cidade, as crianças a terem aulas de baixo das arvores, aqui nada funciona!!! que pena a Minha Mãe Angola, que foi Abençoada pelas coisas mais belas da Natureza... e tudo tão mal tratado, bem haja a folha 8

Mauro pandeca disse...

Sou Mauro e gostaria de dizer q o pais não e a pertença da familia do Ze Du tem de dividir o poder com outros Angolanos queria eu dizer os nativos e q deixa se ja o poder desde da fase em nasci ate hoje e muito tempo ou queria dizer Ze Du o povo esta cansado siga o exemplo de Mandela.

Anónimo disse...

sou o António vivo no Kuanza Norte, aqui há 147 professores recrutados no concurso público de 2010,por despacho de 20 de maio de 2010 de sua excelência ministro da educação de Angola, que até ao momento nunca receberam os seus salários, já falaram com vice governador José Alberto Kipungo, secretário do governo provincial, director provincial da educação, chefe dos recursos humanos do governo provincial mas até ao momento nada está resolvido; e o ano lectivo já arrancou e os mesmos professores não têm dinheiro para irem nos municípios para trabalherem

querido disse...

eu so o Querido do k.norte.eu so gostaria q a folha 8.fosse mais distribuida nas provincia.nos aqui n temos noticia.vivemos como se fosse uns analfabto.disperta um pouco os ermao cegos.q aqui estao cheio deles.falar a verdade do M.aqui e crime...