09 outubro 2007

Quem não quer a Liberdade e a Justiça?

(quando uma pacassa está mortalmente ferida...; imagem daqui)

"Não está em causa a prisão do jornalista Graça Campos, director do Semanário Angolense (SA). Se injuriou, e nada se provou quanto à eventual injúria escrita, como responsável, como será o jornalista, este deve ser punido. O que se estranha são os contornos pouco claros da condenação.

Segundo o que se sabe o jornalista não terá tido oportunidade de provar, ou não, a sua informação que levou à queixa de injúrias por parte do então Ministro e actual Provedor de Justiça, Paulo Tjipilica. Mais, o que se sabe, é que a condenação, ao contrário da leitura final que os principais interessados – jornalista e advogados – pensavam ser o início do julgamento, foi feita sem a presença destes.

O que também se estranha, e a fazer fé no que vem na última edição do Semanário Angolense – normalmente quando se condena um jornalista também é habitual condenar-se a entidade empregadora e mentora da publicação; e isso não aconteceu –, é o facto do juiz que presidiu à sentença apresentar, eventualmente, um Curriculum escolar e jurídico um pouco misterioso. (...)" (continuar a ler aqui ou aqui).

Publicado no (Manchete de hoje) sob o título "Prenderam a liberdade mas também a justiça"

Sem comentários: