19 outubro 2008

Caála, um histórico de regresso

(como não tenho foto do Recreativo uma foto a indicar como ir a Caála e ximunada aqui)

O Recreativo da Caála, mercê do empate a uma bola com o Atlético do Namibe, juntou-se à Académica do Lobito e subiu da Segundona para o Girabola voltando, embora a primeira vez nos actuais moldes, ao convívio dos grandes.

O Recreativo, fundado em 1944, e pertencente à província do Huambo, foi sempre uma equipa a ter em conta nos antigos campeonatos angolanos, como outras grandes equipas, como o Sporting do Negage, o Futebol Clube do Moxico, ou como há dias me relembraram, o ARA da Gabela, só para citar alguns. Uns, com a Dipanda, mudaram de nome outros andam perdidos pelas regionais e pela Segundona.

Quem sabe se em breve não os veremos de novo em luta como os grandes e tornar o Girabola mais competitivo para não acontecer o que aconteceu com os Palancas ou ver as nossas equipas serem facilmente eliminadas das competições da CAF, como hoje aconteceu com o campeão nacional, o Interclube, "desterrado" para a Taça CAF-Mandela e no seu grupo só ter conseguido uma única vitória. Mau, muito mau que deveria merecer das entidades e dos responsáveis da FAF uma análise mais profunda.

Ah, e já agora, parabéns a Flávio que colocou o Al Ahly, do Egipto, na sua 4ª final consecutiva da Taça dos Campeões Africanos, com um magnífico golo a centro do também "Palanca" Gilberto.

4 comentários:

MESU MA JIKUKA disse...

Parabéns ao Caála, extensivo a todos os huambuenses e amantes do futebol em geral. Eu libolense de primeira água aguardo pelo vosso baptismo no Patrice Lumumba, em Calulo.

mafegos disse...

Eugenio de Almeida,é uma boa noticia essa do Caala,o meu amigo Zé Huambo é que vai adorar saber,porque ele é da Cáala,obrigado por teres feito referência a essa grande equipa que era o Ara,já estavas nos meus favoritos,ainda subiste mais na minha consideração.
Um abraço.

Feliciano J.R.Cangüe disse...

Eu conheci o recreativo da Caala nos anos 1974, numa partida que fez contra o recreativo do Cubal, na campo 11, o atual estádio Fernando Fundanga. Na dácada de 80, com o advento da independência ouvi apenas falar do Mambrôa e Petro Atlético do Huambo.

Há nomes de equipe que há bastante tempo nao ouço mais falar (Claro que algumas foram extintas e outras devem ter adotado outros nomes): Desportivo da Chela, Sassamba das Lundas, MCH do Uige, Andorinhas do Sumbe, Agro-Kilambas, Diabos Verdes, welwitschia etc.

Quero parabenizar o compatriota José Maria Huambo que, com essa notícia, deve estar rindo atóa....

angolainterrogada disse...

O Grande CRC (Clube Recreativo da Caála) está no Girabola!
Esta é, claramente, uma das mais emocionantes notícias dos últimos tempos!
Aproveito para parabenizar todos aqueles que, directa ou indirectamente, tornaram possível este feito memórável!
Parabens ao Costa Almeida pelo blogue, pela notícia e pela Académica do Lobito!
Fraternal abraço ao Mafegos (um dos mais antigos sócios do ARA da Gabela) e ao mano Cangue por partilharem comigo este histórico momento.
FORÇA CAÁLA!
José Maria Huambo