03 fevereiro 2009

Dois Países, duas celebrações a mesma reflexão



Moçambique e São Tomé e Príncipe celebram hoje duas datas importantes para a sua implementação como Nações e unificação dos Povos.

Em Moçambique comemora-se o Dia dos Heróis Moçambicanos em homenagem à data em que foi assassinado Eduardo Chivambo Mondlane, um dos principais artífices que levaram à independência de Moçambique, vitimado pela explosão de uma encomenda armadilhada, a 03 de Fevereiro de 1969, em Dar es-Salaam (Tanzânia), num atentado inicialmente atribuído unicamente à polícia política portuguesa, a então Pide, mas, recentemente, com
algumas vozes que surgem a denunciar a participação de individualidades da, ou próximas da, Frelimo no acto perverso.

Infelizmente, e para não variar, a data está a ser assinalada pela denúncia da Renamo sobre como estão a ser celebrados os actos oficiais. Tudo porque a Frelimo continua a não aceitar incluir na relação dos Heróis Nacionais Moçambicanos, entre outros, André Matsagaíssa, um dos fundadores da Renamo, morto em combate, em 1979 o que leva a Renamo a denunciar que a Frelimo está "reduzir Eduardo Mondlane à sua dimensão partidária".

Em São Tomé e Príncipe, relembra-se hoje o massacre de “Bate Pá” ocorrido há 56 anos (3 de Fevereiro de 1953) durante o consolado do Governador-geral, Carlos Sousa Gorgulho.

Tudo porque alguém parece que queria ser mais que governador de STP decidiu que os trabalhadores, santomenses de origem forro e alguns degredados provenientes de Angola e Moçambique deveriam trabalhar mais do que humanamente era possível e conforme parece que previa um instituído Plano de Fomento. Naturalmente esta situação acabou por degenerar num conflito social transformado em
massacre com um número inestimável de vítimas entre os santomenses.

Ao contrário das celebrações moçambicanas, os santomenses recordam, normalmente e este ano não fugiu à regra, este dia sem a presença efectiva de políticos ou de actos políticos mas sob o signo da vontade popular em congregar e unir o povo santomense.

2 comentários:

Guilherme Freitas disse...

Olá Carlos tudo bem. São duas datas que não conhecia. Muito bom sua explicação sobre elas. Adorei. Um abraço.

Guilherme Freitas disse...

Desculpe Eugênio, confundi seu nome com o autor de outro blog que estava lendo. Me perdoe. Abraços