29 outubro 2005

Nem Soares nem Cavaco e muito menos os outros

© Notícias Lusófonas
"Portugal ganharia mais com um sistema monárquico constitucional do que com este sistema semi-presidencialista (?), afirma Eugénio Costa Almeida.
Portugal entrou em pleno na pré-campanha eleitoral para as presidenciais. Neste momento, e confirmadamente, perfilam-se cinco candidatos a Belém: Quatro da zona esquerda e um do flanco centro-direita. Todavia, há uns quantos que ainda sonham poder estar, em 2006, estampados no pequeno boletim que irá ser manuseado por uns quantos milhões e onde será colocada a santa e milagreira cruz que levará o vencedor para as margens do Tejo. Mas são os cinco mais que putativos candidatos que hoje aqui estão em análise."

O resto pode continuar a ler na Manchete do Image hosted by Photobucket.com , sob o título acima e pronto para levar toda a tareia que acham conveniente, assumindo, na íntegra, o que escrevi. E sei que haverão algumas pessoas com vontade louca de me açoitar... no bom sentido claro.

2 comentários:

IO disse...

Eh, pá, o Duarte Pio por perto é que NÃO, oh Eugénio!... - abraço republicano, IO.

xatoo disse...

quando se diz
"NEM CAVACO, NEM SOARES"!
queremos dizer, que não deveria adiantar escolher um "manequim" para o exercicio do cargo, sem que antes se discuta qual o figurino que os portugueses querem para o País.

o Voto é um subterfugio que esconde outras actividades pouco prestigiantes para os eleitos.
Jorge Sampaio por exemplo esta semana defendeu que os Estados Unidos devem ter êxito na sua missão no Iraque.
Foi esta declaração, e esta escolha, legitimada pelo Voto?