15 setembro 2005

Que Casa queremos?

Que Casa desejamos para nos juntar, reunir, fraternizar?
Pode uma instituição que agrupa concidadãos e amigos sobreviver sem uma Direcção credível e actuante?
Essa vai ser a resposta que a sua Assembleia-geral irá dar amanhã ao fim da tarde.
Será que dará? Ou será uma dilação no tempo?
E se a Direcção cair quem irá arcar com a gestão da Casa?
Que seja uma pessoa de consensos e que esteja fora de jogos políticos actuantes.

2 comentários:

C.S.A. disse...

Já me tinha querido parecer que assim era. Basta olhar para o «site».
Angola merece!
Obrigado, amigo, pelas notícias que vai trazendo.
Um «calcinhas».

susete antao disse...

todos queremos uma casa para confraternizar, mas infelizmente o nivel mantem-se e nao me pareceu que quem liderou a AG tivesse capacidade para a convocar.Lamento que se permita que isso continue a acontecer.Têm que se lembrar que q CAngola deve dignificar a bandeira e todos os Angolanos.susete Antão