01 agosto 2009

Há sempre um para nos fazer rir…

(imagem daqui)
…mesmo que a vontade seja de chorar e perguntar onde anda a Liberdade.

Se não é Robert Mugabe – quanto não vale ter grandes padrinhos que o continuam a aparar – é alguém ali para os lados do Atlântico Norte, frente a África, algures numa ilha verdejante – quando se sabe mais dos outros, como dos senhores Silvas e Sousas, que deles próprios, há quem tenham sempre vantagens… – e se não é este, é o presidente da Venezuela Hugo Chavez.

Andava este senhor tão calado, mas uns míseros mísseis suecos nas mãos de uns “grandes revolucionários” – também vão estar este ano na habitual feira que se faz ali para os lados de Atalaia, Seixal, Portugal – que, só por acaso, teriam sido vendidos à Venezuela, despoletaram certos pruridos cutâneos no senhor “libertador” da América Latina?

Será que a ida para as FARC seriam, provavelmente, lógico, devido a ter sido umas das tais “
10.000 malas diárias” que normal e habitualmente desaparecem nos voos e aeroportos europeus? Ainda há quem reclame do Aeroporto 4 de Fevereiro; comparado com isto, é ninharias…

Pois como se falou tanto o senhor Chavez decidiu preparar uma lei que possa colocar na prisão para os jornalistas que tenham comportamentos que desagradem ao todo poderoso presidente Hugo Chavez. Chama-se “
lei especial de delitos mediáticos”.

Querem nome mais pomposo para Censura?

Comparado com isto certas leis em certos países, onde, por exemplo, só o Estado tem um jornal diário e uma única rádio nacional mesmo que esteja acordado haver uma outra num convénio com a Igreja, até passam por simulacros de censura…

1 comentário:

Orlando disse...

... e se fosse só Chávez.
Recodo que, embora não tenha conseguido nesta legislatura, creio que se José Sócrates e os seus muchachos (caso de Augusto Santos Silva) continuarem no governo, será inevitável que a liberdade de opinião e expressão, tal como o socialismo, seja metida numa qualquer gaveta e enterrada com sete palmos de terra por cima.

Kdd