09 setembro 2005

Egipto tem novo presidente.

As eleições presidenciais de 7 de Setembro vão dar um novo presidente ao Egipto.
O principal candidato e putativo vencedor chama-se Hosni Mubarak… de novo!!! E vão 24 anos e poder…
Mubarak obteve cerca de 60% dos votos, enquanto o segundo mais votado, o líder do do partido de Al-Ghad, Ayman Nour, teve cerca de 10% dos votos, logo seguido de Noaman Gomaa, do partido de Al-Wafd, que só obteve 4%.
Quase todas as organizações não-governamentais, que integraram o grupo dos observadores, afirmaram ter existido um assinalável número de fraudes.
Mas, será que alguma chancelaria ocidental, ou mesmo árabe, irá contestar estes resultados e esta eleição? Duvido...

3 comentários:

Carlos Gil disse...

e o que ainda 'bate pior' nem é os 60%, em tanto ano... é o segundo só ter 10%; ou houve grossa roubalheira ou vive-se uma monarquia sem sucessor, uma democracia aonde a oposição evapora-se na altura em que mais se deveria ver: eleições.
Como eu receio que o fundamentalismo, lá... geoestartegixamente, o Mediterrâneo passava a aberto. O regresso das caravelas e das naus mouriscas?
Abraço e desculpe a divagação, amigo. É, é assim... as conversas são como as cerejas, e há casas onde a gente se sente bem e, vai daí...
Renovo o abraço.

Carlos Gil disse...

o aonde fez-me gargalhar! isto é da hora, vou mas é dormir e já não leio mais blogues. Até porque devo andar a ler policiais a mais.
:-)

IO disse...

Quem é este Mubarak, nunca ouvi falar?... é uma vergonha...

Abraço!, IO.