11 fevereiro 2006

Um balão de ensaio

"As eleições da Casa de Angola, em Lisboa, ocorridas em Dezembro de 2005, foram uma amostra do que poderá ser as eleições angolanas, que já não vão ocorrer, quase certo, em 2006, mas tão-somente em 2007; como assim o esperamos.
(...)
Se o acto da Casa de Angola foi uma amostra do que poderá ser o acto maior de Angola, então entende-se que José Eduardo dos Santos deseje continuar a protelar e adiar as eleições legislativas e presidenciais angolanas.
A simples tentativa de substituição de deputados suplentes da UNITA, pelos efectivos – um acto natural numa Democracia – mostrou o quão Angola está atrasada em lições de democracia pluralista."

Artigo de Opinião publicado no Africamente.com, em 07-Fev-2006, e onde o poderão ler na íntegra (igualmente retranscrito, na íntegra, no Notícias Lusófonas).

1 comentário:

Mankakoso disse...

Môs kambas!!!!! Tou xêgare aki apenasmente pra vus komunikar que u Mankakas mudou de kimbo ou de bairro. Agora vale a pena de mudarem a sua diréçaum internética.
Bazei!
Tou no meu kubiku. Surjem lá ke serão bem-vindus.
http://mankakoso.blogspot.com/