31 julho 2008

Dia da Mulher Africana

Em mais um Dia da Mulher Africana, um poema, de Zé Kahango, dedicado à Mulher Angolana e retirado daqui:

Mulher Angolana
que teus filhos entregas
à Terra imensa -
como teus lábios
de tenros talos sequiosa
de pèzinhos dos omonas -
que rápidos aprenderão
em correrias pelo seu chão
a trepar aos paus sem medo,
a matar a fome com goiabas...

Mulher Angolana
ainda teu olhar é de menina,
tens voz de vivida calma
e o olhar profundo e distante.

Ao pé de ti
o meu coração se encosta,
sente bater teus passos quentes,
certo de que sempre me acompanhas...

2 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Guilherme Freitas disse...

Pois bem, parabéns a todas as mulheres deste belo continente!